Sexta-feira, 29 de Agosto de 2008

ALÉM DO CARNAVAL


A HOMOSSEXUALIDADE MASCULINA NO BRASIL DO SÉCULO XX

de JAMES GREEN

tradução de
MARIA CRISTINA FINO

Páginas: - 541




Uma obra fantástica tanto do ponto de vista documental como analítico. "Como obra pioneira, Além do carnaval examina a realidade social e cultural da homossexualidade masculina no Brasil ao longo do século XX. James Green questiona a visão estereotipada de que a expressão desinibida e licenciosa do comportamento homossexual durante o carnaval comprova a asserção de que a sociedade brasileira tolera a homossexualidade e a bissexualidade na vida cotidiana. Sustentado por ampla pesquisa e sólida erudição, esta obra traz uma contribuição inestimável a uma área negligenciada da história social brasileira" no saber de Robert M Levine, professor de História e diretor do Centro de Estudos Latino-Americanos da Universidade de Miami.

Mede a influência dos modelos teóricos europeus selecionados pelos sexólogos brasileiros. Faz frente em especial aos acontecimentos que provocaram uma nova identidade homossexual (no Rio de Janeiro e São Paulo) a partir da década de 70. A obra de leitura fácil navega no tempo e expõem entre fatos hediondos de preconceitos explícitos , casos curiosos que povoam até hoje o "folclore" do mundo gay.

"Durante muito tempo, o carnaval brasileiro, com seu cortejo de homens travestidos de mulher, vendeu, dentro e fora do país, a imagem de uma convivência pacífica da sociedade com a homossexualidade e a bissexualidade. Este livro inovador do brasilianista James N. Green - ganhador do prêmio "Hubert Herring", do Conselho de Estudos Latino-Americanos na Costa do Pacífico (EUA), e o da Fundação "Paul Monette" como o melhor trabalho sobre estudos gays e lésbicos - mostra que por debaixo dos trajes à la Carmen Miranda, típico mito de exportação da alegria e descontração carnavalescas, sempre esteve escondido não a tolerância, mas o preconceito. O estudo de Green se concentra na homossexualidade masculina no Rio de Janeiro e em São Paulo, ao longo do século XX. O primeiro período analisado é o da chamada belle époque carioca, que vai da virada do século até 1920, destacando-se a Praça Tiradentes como ponto de encontro dos homossexuais masculinos. O autor examina, entre outras coisas, aquela que talvez seja a primeira pornografia homoerótica brasileira, O menino do Gouveia, conto anônimo publicado na revista Rio Nu, em 1914; o romance Bom-Crioulo de Adolfo Caminha; o levantamento feito em 1872 pelo médico Ferraz de Macedo dos vários tipos de comportamento homoerótico, bem como o tratado de Pires de Almeida, de 1906, sobre o homossexualismo, além da figura pública do dândi João do Rio, um dos mais célebres escritores do país. Nos anos que vão de 1930 a 1945, o Vale do Anhangabaú, em São Paulo, passa a desempenhar um papel semelhante ao da Praça Tiradentes no período
anterior. No Rio, o boêmio bairro da Lapa vê surgir uma das figuras mitológicas da malandragem carioca, o pernambucano João Francisco dos Santos, o temido Madame Satã, homossexual assumido e bom de briga. São também dessa época as diversas pesquisas de médicos, juristas, psiquiatras e crimonologistas sobre a homossexualidade, boa parte delas de inspiração eugenista, visando classificar ou curar o que acreditavam ser a "perversão" homossexual. No período seguinte, que vai até 1968 e a decretação do AI- 5, verifica-se uma intensificação das subculturas homossexuais no Rio de Janeiro e em São Paulo, com a ocupação de novas áreas nas cidades, a abertura de bares exclusivamente para gays e os bailes carnavalescos de travestis, sobretudo ao redor da Praça Tiradentes. Data dessa época o surgimento de um modesto jornal gay rodado em mimeógrafo, O Snob, que inspiraria cerca de trinta outras publicações similares em todo o país. A polaridade entre homossexual passivo e ativo, entre "bicha" e "bofe" começa então a ser posta em xeque. O capítulo dedicado à "apropriação homossexual do carnaval carioca" é um dos mais fascinantes do livro, não faltando sequer a controvertida figura de Rock Hudson entre os mais afoitos foliões de 1958. De 1969 a 1980, ou seja, entre o pior momento da ditadura militar e o aparecimento, em 1978, do jornal gay Lampião da Esquina e do grupo Somos, o espaço urbano gay se expande significativamente, com a proliferação de bares, discotecas, saunas etc. Travestis e michês, que vivem da prostituição, passam a ser vistos como freqüência cada vez maior nas ruas do Rio e de São Paulo. Data desse período um movimento gay politizado no Brasil, com cuja análise se encerra esta obra extremamente bem documentada e que prende a atenção do leitor ao longo de suas quase quinhentas páginas."

resenha de e. cruz

publicado por o editor às 15:44
link do post | comentar | favorito
|

.FALE COM A GENTE


.Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

14
15
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.PARCEIROS

.arquivos

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. annablume

. apicuri

. armariosemportas

. arte erótica

. artes plasticas. livro

. atelie editorial

. atualidades

. autentica

. biblioteca básica

. biografia

. bondage

. cchla-ufrn

. centro editorial e didatico da ufba

. cinema

. civilização brasileira

. coleção: humanitas

. comportamento

. comunicação

. depoimentos

. desatino

. design

. direitos humanos

. dix editorial

. e cruz

. edições gls

. ediouro

. editora fundação perseu abramo

. editora jaboticaba

. educação

. ensaio

. ensaios

. estética

. evento

. fabrica de leitura

. ficção

. ficção histórica

. fics

. fotografia

. garamond

. gay

. gays

. gênero

. global

. gls

. história

. homossexualismo

. inglês

. lançamento

. lesbicas e simpatizantes - gls

. literatura

. literatura erótica

. livro

. livro esgotado

. mensagem do editor

. mídia

. notícias

. nú masculino

. panhol

. paz e terra

. poesia

. política

. raul galalite

. record

. relançamento

. revista

. rio de janeiro

. rocco

. rosa dos tempos

. sá editora

. summus

. summus editorial

. taschen

. ufmg

. ufng

. uicamp

. unesp

. v congresso da abeh

. vivências

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds