Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008

HOMOEROTISMO & IMAGEM NO BRASIL


HOMOEROTISMO & IMAGEM NO BRASIL
de Wilton Garcia


" A imagem expressiva, quando posta sob perspectiva homoerótica no campo da arte e da comunicação, provoca a emergência de discussões acerca das minorias sexuais no Brasil. Ao imbricar homoerotismo & imagem encontro-me diante de uma complexidade conceitual que comporta a noção do contemporâneo. Sob este ponto de vista. articula-se a produção de um saber, experimentado no procedimento teórico para a construção de conceito de homoarte. Este estudo é uma (inter)mediação entre minha experiência artística e homoerótica."


O AUTOR -
Wilton Garcia é artista visual e doutor em Comunicação e estética do Audiovisual pela ECA/USP. Pós doutorado em Multimeios (IA/UNICAMP). É autor também de Introdução ao Cinema intertextual de Peter Greenaway (annablume, 2000) e A Forma Estranha - ensaio de homoerotismo e cultura (Pulsar edições, 2000).


Este livro é um lançamento da
Nojosa Edições com FAPESP

publicado por o editor às 15:23
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 16 de Outubro de 2008

Eve Kosofsky Sedgwick

Between Men: English Literature and Male Homosocial Desire
de Eve Kosofsky Sedgwick




 

Este é um livro fundamental para a teoria queer, e discute que o desenvolvimento social muito mais dependeu do desejo homosocial masculino do que de outra coisa. Esta é uma obra de crítica literária que talvez possa parecer inacessível ao público geral, porém é sem dúvida uma das obras fundamentais para a sua biblioteca, escrita por uma das mais provocadoras figuras culturais de nossa geração.






Epistemology of the Closet

de Eve Kosofsky Sedgwick



 

Desde a década de 1980, os estudos da teoria sobre o queer tornaram-se vitais para a vida intelectual. Este tem sido o principal motivo popularidade dos livros de Eve Kosofsky Sedgwick. Trabalhando a partir de textos clássicos de escritores europeus e americanos - incluindo Herman Melville, Henry James, Marcel Proust, e Oscar Wilde - Sedgwick delineia um momento histórico em que a identidade sexual se tornou tão importante como a demarcação de gênero tinha sido, durante séculos.
 
Epistemology of the Closet é um livro importante. É um dos textos fundamentais da teoria queer e, como tal, é um livro desafiador para ler . É essencialmente para um público acadêmico. Mas, todo intelectual que está interessado em estudos gays e lésbicos, enfim, de estudos queer, estudos de gênero e feminismo, deve coloca-lo na lista de livros essenciais para ler. O enfoque na maior parte do tempo é sobre homossexualidade masculina .

publicado por o editor às 14:34
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 15 de Outubro de 2008

Branding, Escarificação e outros quetais




Matter of Trust: Sache Des Vertrauens de Claire Garoutte (texto e fotos)

capa dura

 

180 páginas

 

editora Konkursbuch

 

Este livro em edição bilingue (alemão/inglês) é a documentação em fotografia e texto das intervenções durante oito anos de uma familia lésbica e adepta ao sadomasoquismo e que abre espaço às modificações corpóreas.O que vamos ver não são simples colocações de piercing e sim algo que vai muito além. Sem querer fazer juizo de valor, pois Claire Garoutte já se revelou uma ótima fotógrafa, o livro para os que não são adeptos não é dos mais agradáveis.




Muito embora estes registros busquem apresentar esses rituais de extrema intimidade e busque refletir sobre a estrutura das relações inter-pessoais, o livro é cru. Para entender melhor -

Branding - O branding se caracteriza pelo aquecimento de pequenas placas de metal com um maçarico depois usadas para fazer os desenhos.

Escarificação - A técnica é feita com um bisturi. Em vez de calor, usa-se a lâmina do instrumento para se fazer cortes, que formam o desenho na pele.

Escarificação é como se fosse uma tatuagem, porém em vez de se injetar tinta na pele o desenho é feito a partir de cortes com um bisturi. Essa técnica originou-se na África, onde tatuagens convencionais, tribais não eram usadas pois na pele negra não apareciam, passando assim a se utilizar a tecnica das cicatrizes.
Se isso ainda é pouco, note que a coroa da garota fotografada é de agulhas de injeção. Leia aqui um depoimento de um adepto dessas técnicas - "Estas artes decorativas se originaram na África... Quanto mais volumosas ficam as cicatrizes, mais lindos ficam os trabalhos. Então, pessoas arrancam a casca da ferida e passam vinagre ou cinza para que os cortes infeccionem e cicatrizem com volume”. Pano rápido!

Eduardo Cruz


publicado por o editor às 12:57
link do post | comentar | favorito

ARTE Y CUESTIONES DE GÉNERO

 


ARTE Y CUESTIONES DE GÉNERO

de Juan Vicente Aliaga

 

Editorial Nerea, SA

 

Língua: castelhano

 

Lançamento: 2004

 

120 páginas

 

Um dos livros sobre o tema que considero um dos mais equilibrados dos ultimos tempos. Equlibrado seria a palavra certa? Sei Lá. Só sei que é (deus nos livre) redondinho e palatável.

 

Este Arte Hoy é básico, resumão mas suficientemente independente.

 

Vamos a ver

 

Até hoje, na Espanha, na história "inconfortável" dos estudos de arte, em alguns círculos falava-se das questões de gênero, ou seja, os valores em torno de masculinidade e feminilidade. Este breve ensaio trata de propor uma série de leituras acerca de distintas manifestações artísticas, surgidas durante o tal siglo XX (Cambalache), que não se pode entender sem uma perspectiva transversal que tenha em conta os símbolos, signos e significações que a sociedade imprimiu às representações da sexualidade e atribuidas a homens e mulheres. Este breve ensaio visa propor através de uma série de palestras sobre artes das mais diversas formas, que surgiram ao longo do século XX, e que tudo não pode ser entendido sem uma perspectiva que leva em conta símbolos, sinais e significados  já incutidos pela sociedade .

 

Todo este conjunto de razões desenham um perfil mutável e heterodoxo dos sexos e tambem das resistencias que se apresentam -  a de manter a divisoria da feminidade e da masculinidade como polos embasados na suposta verdade da natureza.

 

Esta é a batalha dos valores de gênero não resolvidos pela arte, e que são um terreno fértil para representar a continuidade deste saudável conflito.

 

Eduardo Cruz


publicado por o editor às 00:25
link do post | comentar | favorito

Best Gay Bondage Erotica


 


Best Gay Bondage Erotica
de Richard Labonte (Editor)

"Se Chris acorda na hora do jantar, Rob junto com ele irá "fritar" até torrar a espiga de milho , dourar bacon em gordura, temperada ..." (mais)

Bem, este não é um livro de fotos, é de fatos, talvez ficcionais...

publicado por o editor às 00:24
link do post | comentar | favorito

QUEER THEORY




QUEER THEORY
And Introcuction
de Annamarie Jagose


156 páginas

NEW YORK UNIVERSITY PRESS


Teoria queer é um campo do estudo de Gneros. Fortemente influenciada pela obra de Michel Foucault, a teoria queer constrói desafios para a idéia de que sexo é parte do essencial e mediante dos estudos próprios da comunidade gay / lésbica. Considerando gay / lésbica os estudos centrados nas suas investigações "naturais" e "não naturais " de comportamento em relação ao comportamento homossexual, a teoria queer quer sem trocadilho expandir seu foco para abranger qualquer tipo de atividade sexual ou identidade que se enquadra no âmbito de normativos e (sic) desviantes categorias.


Annamarie Jagose (nascido em Ashburton, Nova Zelândia, 1965) é uma escritora acadêmica e obras de ficção. Ela ganhou o seu doutorado (Victoria University of Wellington), em 1992, e trabalhou como docente de Inglês na Universidade Melbourne antes de regressar a Nova Zelândia em 2003, onde está atualmente como Professora Associada do Departamento de Cinema, Televisão e Mídia da Universidade de Auckland.

Enquanto estava na Universidade Melbourne, Jagose promoveu uma série de aulas de comportamento a respeito de cultura do corpo, incluindo obesidade e gravidez.

Prêmios

* 1994 won NZSA Best First Book Award for In Translation 1994
* 2004 won Deutz Medal for Fiction in the Montana New Zealand Book Awards for Slow Water Deutz 2004
* 2004 winner of the Vance Palmer Prize for Fiction for Slow Water 2004
* 2004 was shortlisted for the Australian Miles Franklin Literary Award for Slow Water 2004

Obras

* Lesbian Utopics (1994)
* In Translation (1994)
* Queer Theory (1996)
* Lulu: A Romance (1998)
* Slow Water (2003)


publicado por o editor às 00:22
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Outubro de 2008

MAKOS


Series de edições da Obra de Makos
formato pocket, capa dura com sobrecapa
52 páginas em média

edição da Stonewall Inn Book



Um fotógrafo sóbrio, mesmo sob a sombra de Andy Wahrol que o considerava o mais moderno fotógrafo na América. Nús e semi-nús em P&B eram os seus prediletos.



Christopher Makos (n. 1948, em Lowell, Massachusetts) é um fotógrafo e artista essencialmente norte- americano. Ele foi como um aprendiz do lendário fotógrafo Man Ray, em Paris e colaborou com Andy Warhol. Makos tem seu trabalho apresentado nas coleções permanentes de mais de 100 museus e grandes colecções privadas, incluindo as de Malcolm Forbes, Pedro Almodovar, e Gianni Versace.



Suas fotografias de Warhol, Haring, Tennessee Williams e outros são leiloadas regularmente na Sotheby's.



clique aqui para uma amostra de seu trabalho

publicado por o editor às 13:51
link do post | comentar | favorito

RAVENALAS

RAVENALAS
poemas
(2004-2008)
de Horácio Costa




Horácio Costa (São Paulo-SP, 14/12/54). Formado em Arquitetura e Urbanismo (FAUUSP, 1978); Mestre em Letras (New York University, 1983), PhD em Yale (1994). Professor na UNAM (México), 1987-2001. Desde então, é professor da FFLCH-USP. Publicou 28 poemas 6 contos (São Paulo, 1981); Satori (São Paulo, 89; atualmente sendo traduzido ao espanhol), O livro dos Fracta (México e São Paulo, 90), The very short stories (São Paulo, 91; México, 95), O menino e o travesseiro (São Paulo, 93; re-edição 03; México, 98); Los jardines y los poetas (Caracas, 94), Quadragésimo (México, 96 e São Paulo, 99) e Fracta — antologia poética (São Paulo, 04). Livro de poesia por publicar: Ciclópico Olho . Traduziu e publicou Octavio Paz (Piedra de Sol/Pedra de Sol, Rio, 88), Elizabeth Bishop (Antologia Poética, São Paulo, 90), César Vallejo (Poemas Humanos; México, Rio e Lisboa, 92), Xavier Villaurrutia (Nocturnos; Lisboa, 94); por publicarem-se Xavier Villaurrutia (Poesia Completa, São Paulo) e Blanca Varela (Canto Vilão, São Paulo). Organizou dois eventos internacionais de poesia: "A palavra poética na América Latina, avaliação de uma geração" (São Paulo, Memorial da América Latina, 90; publicada em livro) e "O veículo da poesia" (São Paulo, Biblioteca Mário de Andrade, 98). Outros livros: José Saramago: o período formativo (Lisboa, 97 e México, 03) e Mar abierto: ensayos sobre literatura brasileña, portuguesa e hispanoamericana (México, 01). Tem poemas ou livros traduzidos ao espanhol, inglês, francês, romeno, macedônio e búlgaro. Fui presidente da ABEH — Associação Brasileira de Estudos da Homocultura.

Lançamento do Selo Demônio Negro
tags: ,

publicado por o editor às 13:50
link do post | comentar | favorito

PROBLEMAS DE GÊNERO


PROBLEMAS DE GÊNERO

de Judith Butler

COLEÇÃO: SUJEITO E HISTORIA


240 págs.



Parte da coleção Sujeito e História, PROBLEMAS DE GÊNERO, de Judith Butler, é um dos mais importantes e influentes estudos sobre gênero já escritos. Um verdadeiro clássico do feminismo, o livro foi produzido a partir da vida cultural de um grupo que teve, e continua tendo, algum sucesso lutando pela melhoria da qualidade de vida daqueles que vivem uma opção sexual à margem da sociedade, segundo a autora.

Em um ataque declarado à essência da teoria do feminismo francês e suas bases antropológicas, a autora questiona as distinções feministas tradicionais de sexo e gênero, argumentando que os conceitos básicos destes discursos são eles mesmos produzidos por relações de poder. A pesquisadora investiga as origens da identidade do gênero para assim revelar seus parâmetros políticos.

Segundo o psicanalista Joel Birman, o percurso crítico de Butler é uma indagação sistemática sobre a construção dos gêneros e das identidades, centrada em duas instâncias cruciais: o falocentrismo e a heterossexualidade compulsória.

Mesmo tendo na filosofia o ponto de partida de seu itinerário polêmico, a pesquisa de Butler se desdobra numa proposta de questionar as fronteiras e as soberanias das disciplinas, já que a identidade é precisamente o seu principal alvo. PROBLEMAS DE GÊNERO é um livro brilhante e inovador - indispensável para a teoria feminista.

Judith Butler vai de encontro com a concepção de gênero no século XIX a natureza biológica do corpo é o elemento que define tudo. O conceito de sexualidade está comprometido desde o seu surgimento do essencialismo, com uma forma machista de ver o mundo. A pós-estruturalista, Butler, afirmará que a dicotomia heterossexual “é tão falsa e vazia de essência quanto a homossexual, pois não deixa de ser imitação de um ideal de masculinidade ou feminilidade, muitas vezes inatingível, que não possui correspondência alguma com uma suposta essência ou natureza, algo que estaria inscrito na nossa mente e no nosso corpo.”
 

Um livro da Civilização Brasileira


publicado por o editor às 13:48
link do post | comentar | favorito
Domingo, 12 de Outubro de 2008

HISTÓRIAS DE UMA CIDADE




HISTÓRIAS DE UMA CIDADE


de Armistead Maupin


páginas - 480










OUTRAS HISTÓRIAS DE UMA CIDADE


de Armistead Maupin


Páginas - 464













NOVAS HISTÓRIAS DE UMA CIDADE


de Armistead Maupin


Páginas : 432


















Armistead Maupin e seu companheiro Christopher Turner em 2006 no Festival Sundance de Cinema.










Armistead Maupin (13 de Maio de 1944) é um escritor norte-americano, reconhecido pela sua série de livros Histórias de São Francisco (Tales of the City).





Armistead Maupin nasceu em Washington, DC, em 1944, mas cresceu em Raleigh, Carolina do Norte. Graduou-se pela Universidade da Carolina do Norte, e serviu como um oficial de marinha na região do Mediterrâneo e em Força Patrulha no Vietnã.



Maupin trabalhou puco tempo como um repórter de um jornal em Charleston, Carolina do Sul, antes de lhes serem atribuídas funções em San Francisco pela Associated Press em 1971. O clima de liberdade e de tolerância que encontrou em sua cidade levou-o a declarar-se publicamente como homossexual em 1974. Dois anos mais tarde, ele lançou o seu "Contos da Cidade" seriado no San Francisco Chronicle.



Maupin é autor de nove romances, incluindo os seis volumes da série Tales of the City, Maybe the Moon , The Night Listener e, mais recentemente, Michael Tolliver Lives. Três miniseries estreladas por Olympia Dukakis e Laura Linney foram realizadas a partir dos primeiros três romances na série Tales. The Night Listener transformou-se em um longa metragem estrelado Robin Williams e Toni Collette.



Maupin vive em San Francisco com seu marido, Christopher Turner.


publicado por o editor às 13:15
link do post | comentar | favorito

.Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

14
15
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.arquivos

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. annablume

. apicuri

. armariosemportas

. arte erótica

. artes plasticas. livro

. atelie editorial

. atualidades

. autentica

. biblioteca básica

. biografia

. bondage

. cchla-ufrn

. centro editorial e didatico da ufba

. cinema

. civilização brasileira

. coleção: humanitas

. comportamento

. comunicação

. depoimentos

. desatino

. design

. direitos humanos

. dix editorial

. e cruz

. edições gls

. ediouro

. editora fundação perseu abramo

. editora jaboticaba

. educação

. ensaio

. ensaios

. estética

. evento

. fabrica de leitura

. ficção

. ficção histórica

. fics

. fotografia

. garamond

. gay

. gays

. gênero

. global

. gls

. história

. homossexualismo

. inglês

. lançamento

. lesbicas e simpatizantes - gls

. literatura

. literatura erótica

. livro

. livro esgotado

. mensagem do editor

. mídia

. notícias

. nú masculino

. panhol

. paz e terra

. poesia

. política

. raul galalite

. record

. relançamento

. revista

. rio de janeiro

. rocco

. rosa dos tempos

. sá editora

. summus

. summus editorial

. taschen

. ufmg

. ufng

. uicamp

. unesp

. v congresso da abeh

. vivências

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds